12 de agosto de 2009

A Manhã!

“O Dr. Criswell, Pastor da Primeira Igreja Batista de Dallas, Texas, contou que certa vez em um voo ele acabou sentando ao lado de um conhecido teólogo e professor de um seminário. Então tentou de todas as formas começar um papo, até que começaram a conversar. O professor começou então a contar a história de como recentemente havia perdido seu filhinho.
Ele falou que o garoto chegou da escola com febre e ele pensou que fosse apenas uma daquelas coisas típicas da infância. Mas era uma forma muito violenta de meningite. O médico disse que não seria possível mais salvá-lo.
Então este professor do Seminário, amando o filho como amava, sentou ao lado da cama em vigília com o seu garoto. Era ainda metade do dia e o menino, cujas forças já se esvaíam e cuja visão já ficava turva, disse. “Papai, está ficando escuro, não está?” O professor disse ao filho “Sim, filho, está ficando bem escuro”. É claro, para o menino é que parecia assim.
O garoto tornou: “Papai, acho então que já é hora de eu ir dormir, não é?“ O pai respondeu: “Sim, filho, é hora de você ir dormir”. O professor comentou que o garoto tinha um jeito próprio de ajeitar o travesseiro e deitar com a cabeça nas mãos. Foi assim que ele fez e, depois, disse “Boa noite, Papai. Vejo você pela manhã”. Então ele fechou seus olhos e partiu para os céus.
Dr. Criswell contou que o professor não falou mais nada depois disso. Apenas olhou pela janela do avião por um longo tempo. Então, voltou-se novamente para ele, com lágrimas rolando por sua face, e disse:
- Dr. Criswell, eu mal posso esperar pela manhã!”
A ‘manhã’ um dia chegará, para todos nós. O dia em que nós daremos o passo adiante. Essa é a nossa motivação para vivermos como filhos de Deus aqui na terra. Esta é a razão pela qual batizamos nossos filhos e os instruímos na palavra de Deus.
Essa é a nossa garantia de que crendo em Jesus, seremos pessoas boas, e ao amar nossa família, nossos pais, nossos filhos, sempre ressaltará que haverá a “manhã”.
É por isso que a cada nova manhã, ainda nesta vida, hoje, temos a oportunidade dada por Jesus Cristo para mantermos os olhos abertos, mesmo nos dias escuros. Para vivermos em fé. E valorizarmos aqueles que Deus coloca em nossas vidas, como nossos pais.

Texto adaptado do Rev. Lucas Albrecht